Por Alysson Silva

 

Produções e diretores turcos apresentam seus trabalhos no festival, na competição novos diretores

Três produções turcas se apresentam ao público brasileiro e concorrem na categoria Novos Diretores da 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que deu início na quinta-feira, dia 22. Produzidos na Turquia, “Em Meus Sonhos”, do diretor Murat Çeri e “9,75”, do diretor Uluç Bayraktar. Já a produção Suíça Al-Shafaq Quando o Céu se Divide, foi dirigido pela turca Esen Isik. Todos estão disponíveis na plataforma Mostra Play, por R$6,00, até o dia 04 de novembro, ou até atingirem o limite de duas mil visualizações.

Uma das produções turcas de maior abrangência no Brasil foi o filme “O Milagre na Cela 7”, disponível na Netflix, cuja dramacidade tocou corações brasileiros e registrou um pico de pesquisas do termo no Google Trends entre 12 e 18 de abril de 2020. Apesar de ter sido um dos títulos mais assistidos na plataforma no início do isolamento social, a produção é de 2019. Na plataforma de streaming, é possível também mergulhar em diversas outras produções do país, como a série “O Grande Guerreiro Otomano” e “Boru – Esquadrão Lobo”.

A onda de grandes produções vem desde o final dos anos 1990, quando o cinema turco começou uma fase de renascimento, com novos diretores e produções artísticas e comerciais sendo reconhecidas internacionalmente. Destacam-se os longas “Era uma vez em Anatólia”, vencedor do Grand Prix no Festival de Cannes em 2011 e “Sono de Inverno”, Vencedor do Palma de Ouro, também em Cannes, em 2014. Os dois são do diretor Nuri Bilge Ceylan.

 

Conheça os filmes turcos na 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

 

Em Meus Sonhos: primeiro filme do diretor Murat Çeri, conta a história de Tarik, um menino de oito anos de idade que sofre um acidente de carro com a família. Seu pai acaba morrendo e sua mãe fica em coma no hospital. O garoto perde a memória e, sem outros parentes na cidade, é enviado a um vilarejo para morar com os avós. Ainda que não se lembre de nada, ele sonha constantemente e passa a criar uma conexão com um burrinho que perdeu a mãe em um acidente de carro na aldeia.

Assista aqui: https://mostraplay.mostra.org/film/em-meus-sonhos/

 

9,75: o diretor Uluç Bayraktar é conhecido da TV turca, tendo dirigido algumas produções. Nesse filme, conta a história de Ahmet, que sofre de estresse pós-traumático após experiência no serviço militar. Em 2013, durante os dias caóticos dos protestos em Gezi Park, em Istambul, descobre que tem um tumor no cérebro. Quando a linha entre a ficção e a realidade, o sonho e a verdade, começa a ficar embaçada, ele conhece o amor da sua vida, Serap, uma “miragem”, assim como o significado de seu nome. Mas o tempo está passando e seu doloroso passado pesa todos os dias, sufocando-o com a mesma pergunta: quem é a criança que brinca de esconde-esconde com ele?

Assista aqui: https://mostraplay.mostra.org/film/9-75/

 

Al-Shafaq – Quando o Céu se Divide: Esen Isik nasceu na Turquia e foi morar na Suíça no começo da vida adulta. Lá, estudou cinema e produziu o filme que narra a história da família Kara, que é da Turquia, mas vive há muitos anos na Suíça. Abdullah, o pai, comanda os três filhos com pulso firme enquanto Emine, a mãe, tenta equilibrar a rigidez do marido com seu carinho pelas crianças. Os dois garotos mais velhos conseguem se adaptar facilmente às duas culturas, mas Burak, o caçula, não se sente pertencendo a nenhum desses dois mundos. Por isso, ele decide abdicar da cultura do Ocidente para se dedicar ao Alcorão. A princípio, os pais sentem orgulho e só percebem o extremismo dos ideais de Burak tarde demais, quando o jovem foge para lutar na guerra santa. Abdullah, então, parte até a fronteira entre a Turquia e a Síria para procurar o filho.

Assista aqui: https://mostraplay.mostra.org/film/al-shafaq-quando-o-ceu-se-divide/

 

Mais informações em Facebook: Descubra-Turquia

Instagram: @DescubraTurquia