Por Redação

 

Além do catálogo cheio de filmes incríveis, plataforma traz estreias toda semana e tudo por apenas R$ 9,90 por mês.

 

O penúltimo cardápio À La Carte de 2020 chega nesta quinta (24/12), com astros, estrelas e diretores que todo mundo adora: Jane Fonda, Maggie Smith, Marco Ferreri, Ornella Muti, Ewan McGregor, Tilda Swinton, Isabelle Huppert, Sergio Rezende, Lucélia Santos e Louise Cardoso.

 

As cinco maravilhas desta semana são “Califórnia Suíte” (1978), de Herbert Ross; “Crônica do Amor Louco” (1981), de Marco Ferreri; “O Jovem Adam” (2003), de David Mackenzie; “Souvenir” (2016), de Bavo Defurne; e “O Sonho Não Acabou” (1982), de Sergio Rezende.

 

——————————————————————————————————–

Califórnia Suíte

“Califórnia Suíte”: Filme adaptado de uma peça de Neil Simon (1927-2018), dramaturgo e roteirista americano, autor de diversos sucessos teatrais da Broadway, alguns deles encenadas ao redor do mundo. Além deste filme, Herbert Ross dirigiu mais quatro escritos por Neil Simon: “A Volta de Max Dugan” (1983), “A Garota do Adeus” (1977), “Uma Dupla Desajustada” (1975) e “Sonhando com a Fama” (1982). Os oito atores e atrizes principais deste filme teriam sido as primeiras escolhas do roteirista Neil Simon, do diretor Herbert Ross e do produtor Ray Stark.

 

———————————————————————————————————

Crônica do Amor Louco

“Crônica do Amor Louco”: Filme baseado em “A Mulher Mais Linda da Cidade”, o primeiro dos dois volumes da obra “Ereções, Ejaculações e Exibicionismos”, do escritor Charles Bukowski (1920-1994). Antes de “Crônica do Amor Louco”, a atriz italiana Ornella Muti já havia sido dirigida por Marco Ferreri em “A Última Mulher” (1976) e, posteriormente, voltaram a trabalhar juntos em “O Futuro é Mulher” (1974). A atriz americana Tanya Lopert, que interpreta Vicky, mulher do protagonista Charles Serking, está presente em três filmes no À La Carte: em sua estreia no cinema, num papel não creditado em “Quando o Coração Floresce” (1955); num personagem de maior destaque na comédia “A Caça ao Homem” (1964); e no mais recente “Deus da Carnificina” (2011), no qual deu voz a um personagem que não aparece em cena fisicamente.

 


O Jovem Adam

“O Jovem Adam”: Com fortes cenas de sexo entre ele e Tilda Swinton, as imagens de nudez de Ewan McGregor seriam cortadas para o lançamento nos EUA. Mas, depois que McGregor se opôs, suas cenas de nu frontal foram recolocadas no longa. David Byrne, ex-líder da banda americana Talking Heads, assinou a trilha sonora. Os atores Ewan McGregor e Tilda Swinton, o diretor David Mackenzie e o filme foram indicados ao British Independent Film Awards.

 


Souvenir

Souvenir: Com direção de Bavo Defurne, e estrelado por Isabelle Huppert e Kévin Azaïs, o filme é sobre uma esquecida cantora do Concurso Europeu da Canção de 1970, que vive no anonimato trabalhando em uma fábrica de patê. Um jovem colega de trabalho descobre seu segredo e, com charme, a convence a se apresentar pela primeira vez em anos. Aspirante a boxeador, ele se empolga com a nova possibilidade de negócio e, apaixonados, os dois decidem tentar fazer com que o retorno dela aos holofotes aconteça.

 


O Sonho Não Acabou

O Sonho Não Acabou: Primeiro longa de ficção dirigido por Sergio Rezende. Este filme marcou o início de vários atores e atrizes no cinema brasileiro, dentre os quais Lauro Corona, Miguel Falabella e Lucélia Santos. Considerado pela crítica especializada como um dos 10 melhores filmes lançados em 1982.

 

 

Planos de assinatura com acesso a todos os filmes do catálogo em 2 dispositivos simultaneamente.

 

Valor assinatura mensal: R$ 9,90 | Valor assinatura anual: R$ 108,90

Super Lançamentos: Com valores variados, a sessão ‘super lançamentos’ traz os filmes disponíveis no cardápio para aluguel

Para se cadastrar acesse: www.belasartesalacarte.com.br e clique em ASSINE.

Ou vá direto para a página de cadastro: https://www.belasartesalacarte.com.br/checkout/subscribe/signup

 

Aplicativos disponíveis para Android, Android TV, IPhone e Apple TV. Baixe Belas Artes À LA CARTE na Google Play ou App Store.