Por Alysson Silva

 

Documentário foca nas relações sociais desenvolvidas sob o impacto da internet.

 

A popularização cada vez maior do acesso à internet promove fenômenos sociais novos, além de uma série de discussões. O documentário “Conexões”, inédito na televisão, desenvolve essas questões que percorrem os limites do real e do virtual nas relações humanas.

Se, há alguns anos, não era simples estar em contato com um parente distante, hoje a conexão com a internet faz com que famílias se encontrem através das telas, ainda que estejam separadas por oceanos. Tudo isso de forma fácil, mais ou menos instantânea e barata, se compararmos a épocas anteriores. Essa nova lógica forma, também, diferentes noções de formação comunitária, que pode ser mais global e menos local. E tudo isso gera implicações a serem levadas em conta.

Reconhecidos pensadores e formadores de opinião contribuíram com o filme, dirigido por Pedro Zimmermann e produzido pela Okna, entre eles Valter Hugo Mãe, Fernando Savater, John Gray e Richard Dawkins. A exibição é na Quinta do Pensamento, 22/10, às 23h.

 

Série desvenda os principais ritmos musicais do Brasil e seu primeiro episódio fala do choro

O Brasil é um país com grande diversidade cultural e musical. Cada região tem seus ritmos, cantos e danças, e por vezes até instrumentos musicais próprios. A série “Sons Brasilis”, de Adriana L. Dutra, a ser exibida no Curta!, conta com 13 episódios que vão contar a história dos seguintes gênero musicais brasileiros: choro, forró, tecnobrega, erudita, rasqueado, maracatu, rap, samba, sertanejo, frevo, bossa-nova, axé

O primeiro deles é o choro, a primeira música urbana desenvolvida por aqui, por artistas que se eternizaram no panteão de nossa cultura, como Pixinguinha. Entre os músicos depoentes neste episódio estão Yamandu Costa e Luciana Rabello. A exibição é na Segunda da Música, 19/10, às 21h30.

Segunda da Música – 19/10

21h30 – “Sons Brasilis” (Série) – Ep. “Choro”

O choro entra no terceiro século da sua existência, com uma bagagem de mais de 130 anos, firmado como um dos principais gêneros musicais do Brasil. Pode ser considerada como a primeira música urbana tipicamente brasileira, tendo sido influenciado diretamente pela chegada da corte portuguesa em 1808. O choro mantém até hoje uma plateia atenta e fã do gênero, lotando casas de dança, praças e coretos ao redor do chorinho. O episódio foi gravado no Rio de Janeiro e tem a participação de Yamandu Costa, Luciana Rabello e Paulo Aragão, entre outros. Direção: Adriana L. Dutra. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de outubro, terça-feira, às 01h30 e às 15h30; 21 de outubro, quarta-feira, às 09h30; 24 de outubro, sábado, às 10h05.

PROMO: https://youtu.be/9sC78YLMWBg

 

 

Terça das Artes – 20/10

21h – “Fernando Lemos, Atrás da Imagem” (Documentário)

Pintor, desenhista, fotógrafo, artista gráfico e poeta, Fernando Lemos nasceu em Portugal em 1926 e emigrou para o Brasil em 1953, fugindo da ditadura de Salazar. Morando em São Paulo desde 1954, Fernando foi testemunha e partícipe da (r)evolução na arte contemporânea brasileira durante a segunda metade do século XX dos então tarimbados modernistas, passando pelo concretismo e chegando aos dias de hoje. Direção: Guilherme Coelho. Duração: 55 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 21 de outubro, quarta-feira, às 01h e 15h; 22 de outubro, quinta-feira, às 09h; 25 de outubro; domingo, às 0h.

Quarta de Cinema – 21/10

21h40 – “Glauber o Filme, Labirinto do Brasil” (Documentário)

“Glauber o Filme, Labirinto do Brasil” é um documentário sobre a vida e a morte de Glauber Rocha, o polêmico cineasta baiano que revolucionou o cinema, promovendo uma radical revisão na cultura brasileira. Imagens do enterro, depoimentos recentes de quem acompanhou sua trajetória, seu pensamento e ideais explodem na tela num filme-tributo à memória de um artista que idealizava um cinema independente e libertário. Diretor: Silvio Tendler. Duração: 98 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 22 de outubro, quinta-feira, às 01h40 e 15h40; dia 23 de outubro, sexta-feira, às 09h40; dia 24 de outubro, sábado, às 15h10; dia 25 de outubro, domingo, 22h10.

PROMO: https://youtu.be/pBThRBdLuFA

 

 

Quinta do Pensamento – 22/10

23h – “Conexões” (Documentário)

A ampla possibilidade de conexões em escala global, possibilitada pela internet, faz surgir diferentes noções sobre o que é comunidade. Novas teias se entrelaçam e aproximam as pessoas de forma inovadora. Vidas tomam caminhos totalmente distintos através das redes e da interferência desta teia virtual onde a ausência de hierarquia transforma todos em potenciais agentes transformadores. “Conexões” traz um tema pulsante e intrínseco a todas nossas ações na atualidade: as ligações entre o real e o virtual e o entrelaçamento e a complementação destes dois universos. Através dos depoimentos e questionamentos de importantes formadores de opinião como Fernando Savater, John Gray, Richard Dawkins, Richard Sennett, Saskia Sassen e Valter Hugo Mãe, os conceitos universais da palavra conexão ganham novos significados. Diretor: Pedro Zimmermann. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: dia 23 de outubro, sexta-feira, às 03h e 17h; dia 24 de outubro, sábado, às 14h10; 25 de outubro, domingo, 21h10; dia 26 de outubro, segunda-feira, às 11h.

PROMO: https://youtu.be/ZRjn9tGhwwk

 

 

Sexta da Sociedade – 23/10

20h30 – “Guerras do Brasil.doc” (Série) – Ep. “A Guerra do Paraguai”

Entenda o maior conflito armado da América do Sul. Em 1864, o Paraguai quer ter uma saída para o mar. Suas tropas passam pela Argentina, invadem o Brasil, sequestram o presidente da província de Mato Grosso e começam sua marcha para o Uruguai. Estava declarada a guerra. No mais sangrento conflito do Hemisfério Sul, nasce o acordo da tríplice coroa que unia Brasil, Argentina e Uruguai. Diretor: Luiz Bolognesi. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: dia 24 de outubro, sábado, às 17h; 25 de outubro, domingo, às 08h; dia 26 de outubro, segunda-feira, às 14h30; dia 27 de outubro, terça-feira, às 08h30.

PROMO: https://youtu.be/-bdkui7BLyg

Sábado – 24/10

10h45 – “Artistas Plásticos Brasileiros” (Série) – Ep. Cícero Dias

Figura de destaque do Movimento Regionalista, o pintor pernambucano Cícero Dias é o protagonista deste episódio da série Artistas Plásticos Brasileiros. Sua obra causou polêmica quando ele expôs o primeiro painel abstracionista no Brasil, retratando situações inspiradas em Recife e no interior de Pernambuco. Preso durante a ditadura de Getúlio Vargas partiu para o autoexílio em Paris, onde passou a integrar um seleto grupo de artistas de vanguarda europeus, mas sem abandonar nunca sua temática nordestina. Diretores: Adriana Miranda e Rozane Braga. Duração: 52 min. Classificação: Livre Horários alternativos: 25 de outubro, domingo, às 10h45

PROMO: https://youtu.be/iiG618dub0A

 

 

Domingo – 25/10

18h45 – “Jango” (Documentário)

O filme refaz a trajetória política de João Goulart, o 24° presidente brasileiro, que foi deposto por um golpe militar nas primeiras horas de 1º de abril de 1964. A reconstituição da trajetória de Goulart é feita através da utilização de imagens de arquivo e de entrevistas com importantes personalidades políticas como Afonso Arinos, Leonel Brizola, Celso Furtado, Frei Betto e Magalhães Pinto, entre outros. O documentário captura a efervescência da política brasileira durante a década de 1960 sob o contexto histórico da Guerra Fria. Jango narra os detalhes do golpe e se estende até os movimentos de resistência à ditadura, terminando com a morte do presidente no exílio e imagens de seu funeral, cuja divulgação foi censurada pelo regime militar. Lançado em março de 1984, o filme teve seu roteiro escrito por Maurício Dias e Sílvio Tendler, enquanto a trilha sonora foi desenvolvida por Milton Nascimento e Wagner Tiso. Diretor: Silvio Tendler. Duração: 120 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: dia 26 de outubro, segunda-feira, às 15h50; dia 27 de outubro, terça-feira, às 09h50.

PROMO: https://youtu.be/dSi6glq5fcM

 

Sobre o Curta!

O canal Curta! é um dos novos canais brasileiros da TV paga que mais aprovou projetos para financiamento pelo Fundo Setorial do audiovisual. Até agora foram financiados, para estreia no CURTA!, mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries, atendendo à grade temática do canal: música, artes cênicas, metacinema, pensamento em humanidades, história política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurta, https://twitter.com/canalcurta e www.youtube.com/user/canalcurta. Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.